FISIOTERAPIA PÉLVICA

Fisio Pélvica Instituto Lima.png

Para que serve?

A Fisioterapia Pélvica é uma especialidade que atua na reabilitação das disfunções do assoalho pélvico, que é o conjunto de músculos e ligamentos que sustentam órgãos como bexiga, útero, intestino e tudo que fica na região baixa do abdômen.

 

O trabalho deste profissional é uma das melhores opções de tratamento das disfunções da área pélvica, visto que pode ser realizado como forma de prevenção antes que a doença se instale e por fazer com que o paciente não precise de tratamento cirúrgico.

 

O tratamento pode ser realizado em mulheres, homens e crianças.

Um dos problemas mais frequentes do enfraquecimento da musculatura pélvica é a incontinência urinária. Também existe o risco de prolapsos. Em homens, também pode causar impotência sexual. Alguns dos motivos para essas disfunções são: gravidez, sedentarismo, obesidade, envelhecimento.

 

A Fisioterapia Pélvica abrange tratamentos nas áreas de Urologia, responsável pelo sistema urinário; Ginecologia, sistema ginecológico; Coloproctologia, envolve sistema intestinal e estruturas relacionadas; Sexologia e Obstetrícia, responsável pelo Pré e Pós-parto.

Physiotherapy

Principais benefícios para as mulheres

O tratamento de sintomas e doenças da pelve podem trazer benefícios como melhora da qualidade de vida.

 

Principais vantagens que o tratamento oferece:

1. Dor pélvica


Dores na região da pelve é uma das principais reclamações de quem possui endometriose, ou cistite intersticial. A intensidade da dor pode variar de mulher para mulher, podendo ser de um simples incômodo a impedir de realizar atividades simples do dia a dia. O tratamento com fisioterapia pélvica pode ajudar a reduzir essas dores, sejam elas fracas ou intensas. Além disso, os exercícios auxiliam na diminuição das dores que costumam ocorrer durante ou após o ato sexual. Esse tipo de fisioterapia contribui também para conscientização do uso da musculatura do assoalho pélvico.

2. Gestação

 

Durante a gestação, a musculatura do assoalho pélvico é ainda mais exigida por causa da necessidade de sustentar o útero, devido o aumento do órgão que protege o bebê. A fisioterapia durante a gravidez é utilizada para prevenir incontinências, diminuir dores lombares e pélvicas, redução de inchaço, relaxamento muscular e melhora na respiração. Os exercícios ajudam ainda a preparar o corpo da mulher para o nascimento da criança.

 

3. Pós-parto

 

Nesta fase, a função da fisioterapia é reeducar o corpo devido às mudanças causadas pela gravidez e parto, tratar possíveis distúrbios e preparar o períneo para atividades sexuais sem desconforto. Os benefícios também incluem melhora na cicatrização e rápida recuperação da parede abdominal, é comum na gestação diástase abdominal, por isso deve-se avaliar e tratar se necessário.

A Fisioterapia Pélvica não é só para as mulheres 

 

Nos homens, a musculatura do assoalho pélvico também é de extrema importância, pois ela é responsável por sustentar a bexiga e o intestino. Ela também envolve a base do pênis e é ativada durante a relação sexual. Deste modo, a fisioterapia auxilia na saúde sexual, urinária e fecal dos homens. Além de tratar a incontinência, pode ajudar com a disfunção erétil e ejaculação precoce, fazendo com que o homem recupere a autoestima e melhore seu desempenho.